Como estruturar uma Política de Voluntariado

Uma Política de Voluntariado bem estruturada é um tipo de formalidade que confere segurança operacional e estratégica ao programa de voluntariado empresarial. Se construída de forma participativa, resulta em um produto simples e bem comunicado. Dessa forma, acaba também por ser muito bem aceita e aplicada no dia a dia. Melhor do que isso: passa a ser utilizada como referência. Nesse post, dou uma ideia de formato para uma política de voluntariado, e também de como explorar esse conteúdo no cotidiano do voluntariado. Composição da Política de Voluntariado Uma política de voluntariado pode ser composta pelo mínimo dos 5 elementos abaixo, que em seguida descrevo um pouquinho cada. Introdução ou enquadramento Direitos dos voluntários Deveres dos voluntários Regras gerais Comunicação […]

Continuar lendo


Boa intenção e despreparo: lidando com atitudes sem noção no exercício do voluntariado

Coordenar um programa de voluntariado é em certa medida conciliar os desejos de muita gente! Esse é um post no qual vamos nos condoer com os responsáveis pelos programas (mas sem “mimimi”!), enfatizando aquelas atitudes indesejadas dos voluntários, que dão dor de cabeça, mas que podem ser evitadas ou remediadas com algumas boas práticas de gestão. Vamos nessa então… Para fins pedagógicos, separamos 3 tipos de situações em que um voluntário bem intencionado (pleonasmo?) pode escorregar no seu comportamento. E o segredo está em perceber que, quando se trata de um programa corporativo, suas habilidades de lidar com públicos e expectativas diferentes precisam ser elevadas. Quer melhor forma de crescer pessoalmente e profissionalmente do que na prática social? Portanto, veja […]

Continuar lendo