Quando o voluntariado se torna obrigatório

Recentemente li um artigo sobre carreira que, entre outras coisas, citava como o voluntariado é valorizado nos Estados Unidos. No texto, o aluno de uma universidade americana explica, com suas palavras, que em uma das matérias os estudantes são obrigados a prestar serviço voluntário em uma ONG como retribuição à sociedade pelo ensino que recebeu. Não deixa de ser interessante estimular ou mesmo exigir que os alunos façam estágios não-remunerados em organizações sociais, contribuindo com o desenvolvimento local ao mesmo tempo em que investem em seu próprio crescimento pessoal. É a famosa relação ganha-ganha, em que todos os envolvidos são beneficiados. No entanto, um pequeno detalhe semântico me incomodou no relato do estudante: o uso da palavra “obrigados” para se […]

Continuar lendo