Boa intenção e despreparo: lidando com atitudes sem noção no exercício do voluntariado

Coordenar um programa de voluntariado é em certa medida conciliar os desejos de muita gente! Esse é um post no qual vamos nos condoer com os responsáveis pelos programas (mas sem “mimimi”!), enfatizando aquelas atitudes indesejadas dos voluntários, que dão dor de cabeça, mas que podem ser evitadas ou remediadas com algumas boas práticas de gestão. Vamos nessa então… Para fins pedagógicos, separamos 3 tipos de situações em que um voluntário bem intencionado (pleonasmo?) pode escorregar no seu comportamento. E o segredo está em perceber que, quando se trata de um programa corporativo, suas habilidades de lidar com públicos e expectativas diferentes precisam ser elevadas. Quer melhor forma de crescer pessoalmente e profissionalmente do que na prática social? Portanto, veja […]

Continuar lendo