3 Ações virtuais para o Dia Internacional do Voluntariado

Marcando essa experiência histórica, e tudo que houve em 2020, desejamos que o próximo Dia Internacional do Voluntariado seja sentido de maneira diferente.

Que carregue uma profunda esperança por dias melhores por meio da confiança na capacidade da humanidade em se manter viva, bem, solidária, amorosa e unida.

E por isso propormos aqui algumas dicas de ações, ainda que simples, para coroar essa data tão relevante para os programas de voluntariado.

O Dia Internacional do Voluntariado

Mas antes, você sabe como a data surgiu?

Com a intenção de promover o voluntariado e homenagear as pessoas que se dedicam a essa nobre função, em 1985, a ONU instituiu que em todas as nações se celebraria o trabalho voluntário em 5 de dezembro.

Desde então, essa comemoração se dá a partir da divulgação dos conceitos que giram em torno do tema, do reconhecimento do trabalho realizado por cidadãos voluntários em projetos pelo mundo e também da promoção de ações concretas. Afinal, nada mais recompensador para um voluntário veterano ou para aquele que vai ter a experiência pela primeira vez do que agir e experimentar os benefícios do voluntariado na prática.

Ações de voluntariado digital para 05 de dezembro

1. Mais que uma homenagem aos profissionais de saúde

Que tal fazer uma homenagem virtual aos profissionais de saúde mais próximos que trabalharam e ainda trabalham no combate ao COVID 19 e, além disso, ajudar de alguma forma com a sua rotina?

Os profissionais de saúde estão na linha de frente dessa batalha. São os que mais correm riscos e estão a trabalhar horas a fio para cuidarem de nós. Você conhece algum?

Essa proposta para o fim de ano é um reconhecimento pessoal, personalizado, dos profissionais de saúde que você conhece. Principalmente daqueles que trabalham em condições mais precárias na rede pública de saúde, por exemplo.

Então mãos à massa!

Veja algumas sugestões e passo a passo do que fazer:

  • Vídeos de agradecimento: monte um vídeo de agradecimento com pessoas que foram curadas e atendidas por esses profissionais ou por qualquer pessoa da comunidade que se sinta grata pelo seu trabalho. É muito bom saber no que seu trabalho resultou! Para isso, vai precisar de depoimentos gravados e editar um vídeo que, ainda de forma amadora, possa reconhecer e agradecer o trabalho dos profissionais de saúde.
  • Posts de homenagem: crie um template de agradecimento por meio das redes sociais. Assim, numa corrente de “muito obrigado”, voluntários podem marcar os profissionais de saúde que conhecem, dando publicamente nossos parabéns e dizendo o quanto são corajosos e importantes.
  • Folga na rotina: crie com o grupo de voluntários uma maneira de dar uma folga na rotina dos profissionais de saúde: fazendo as compras de natal por eles, ficando um tempo com os filhos ou animais de estimação, desenrolando atividades como bancárias, ir às compras e outras, para que o profissional de saúde possa respirar em dezembro antes de recomeçar em 2021.

A solidariedade aqui é oferecer uma rede e uma base sólida, para que a preocupação dos profissionais de saúde sejam apenas desempenharem sua função sem terem outras dores de cabeças desnecessárias.

O seu grupo pode dar essa mão para aliviar e para aplaudir. 

2. Natal com menos isolamento e mais afeto.

Do dia 5 de dezembro ao natal será um pulo. Pode ser que a ação de dezembro seja sua última ação de voluntariado do ano.

Por isso, aproveite para tentar levar afeto nesse momento para as pessoas que estão e precisam ficar mais isoladas.

Sentir-se desamparado(a) nesse momento é muito comum. E a ideia aqui é que voluntários “adotem”, dentro do possível, um idoso ou criança institucionalizado(a).

Como isso pode acontecer?

Através de conversas telefônicas frequentes, vídeo chamadas, envio de presentes de natal e outras interações que possam tornar os dias daqueles que não têm família mais acalentados.

Todo mundo precisa de um amigo ou amiga. Seu grupo de voluntários pode ser o que essa criança ou idoso precisa nesse momento.

Passo a passo:

Aqui é mais fluido e vai depender de cada situação:  

  1. Defina a instituição: é importante definir uma instituição específica para fazer uma ação mais cuidadosa e coordenada. O público e idade vai depender da escolha do seu grupo de voluntários e da afinidade com a instituição parceira.
  2. Distribua os pares: juntamente com a instituição, defina qual será o grupo atendido. Entre os voluntários, cada grupo, dupla ou indivíduo define quem é o beneficiário que vai acompanhar. Para isso, podem ser usados perfis descritos, com ou sem foto, com ou sem nome, preservando sempre o bem-estar da pessoa que receberá a ação. Quanto mais virtualmente for feita essa escolha, mais seguro será para todos.
  3. Decidir as ações que serão realizadas: para cada dupla de voluntário e utente pode haver uma programação de atividades específicas de acordo com o gosto, preferências, hábitos de cada um. Atividades recreativas podem ser feitas à distância, bem como telefonemas, troca de cartas e envio de presentes. Tudo sempre buscando um contato mais estreito durante o mês de dezembro até o natal. O objetivo aqui é o vínculo. E se ele durar depois do natal melhor ainda. Aliás, há grande chance de que isso aconteça e a amizade perdure.

Durante a pandemia as pessoas precisam falar, interagir, contar dos seus medos e sobre como se sentem, passar o tempo e realizar atividades como essas que contribuam para a saúde mental.

3. Monte um painel virtual de votos felizes

No último mês do ano é hora de fechar um ciclo.

Com o gancho do Dia Internacional do Voluntariado e da virada de ano, crie um painel virtual de mensagens positivas.

2020 não foi fácil e não sabemos como será o ano seguinte.

É hora de espalhar a mensagem de como juntos conseguimos superar muitos desafios e que unidos seremos capazes de lidar e suportar qualquer coisa que venha em seguida.

Por isso, convide todos os voluntários para criar mensagens de encorajamento, tendo a palavra solidariedade como gancho.

Depoimentos de parentes, de amigos, de toda gente da comunidade são muito bem-vindos.

Enquanto grupo de voluntários podem criar, por exemplo, um canal no Youtube ou um outro espaço virtual para partilhar esses vídeos de coragem e força, mesmo que sejam produzidos de forma amadora.

Passo a passo:

Precisarão apenas estimular essas mensagens junto à rede e de um voluntário que possa receber e organizar os vídeos numa plataforma.

Façam isso com amor, e espalhem esses bons votos suscitando a esperança.

Voluntários são essas pessoas que divergem na escuridão portando a luz da ação positiva.

(Visited 208 times, 1 visits today)
Bruno Barcelos

Bruno Barcelos

Quatorze anos de significativa experiência em gestão de projetos nas áreas de Sustentabilidade, Investimento Social Privado, e Voluntariado, empreendidos por iniciativas privadas e públicas. Além de experiência em gestão de empresas e em OSs, bem como a articulação entre parceiros dos setores diversos. Ampla experiência no desenvolvimento de assessorias, capacitações e palestras nos temas acima citados para empresas de grande, pequeno e médio porte.

More Posts - LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.