5 verdades sobre voluntariado que todo mundo deveria saber

terraoko-2014-05-12-04-2

Já se sabe que experiências trazem mais prazer do que produtos. A sensação de bem-estar de adquirir produtos vai embora logo, mas o prazer da experiência fica na memória. O voluntariado trata-se não só de uma experiência inesquecível, como única.  

Infelizmente, muitos dos que nunca viveram uma experiência voluntária imaginam que voluntariado é sacrifício em benefício ao próximo, como se os voluntários fossem os “bonzinhos” que abdicam do seu tempo livre pelos outros. Quem trabalha com voluntariado sabe que existem vários mitos como este em torno do assunto. “Não tenho tempo nem para minha família, imagina para ser voluntário?” – quem já não ouviu algo parecido? Na verdade, o voluntariado surpreende: faz bem para todo mundo. É o famoso ganha-ganha. É abundante, multiplica, como o amor pelos filhos.

O papel de quem atua pela promoção do voluntariado é derrubar os mitos que servem de barreiras para a ação voluntária. Precisamos tirar o peso que existe no estereótipo do voluntariado, mostrar e disseminar o que ele é de verdade:

 

1 – Voluntariado também faz bem para quem pratica

Vários estudos mostram que voluntariado faz bem tanto para a mente como também para o corpo, contribuindo para a sociabilidade, reduzindo stress, pressão arterial, além de trazer um sentido maior para a vida (veja este artigo e este estudo).

2 –  Voluntariado pode ser um tempo valioso com a família

Tenho um filho pequeno e o colégio dele promove uma ação anual de voluntariado. Não vejo a hora de fazermos esta atividade juntos porque sei que será uma ótima oportunidade de passarmos um tempo de qualidade e de ensiná-lo valores essenciais – além de aprender!

Quem já foi voluntário sabe que voluntariado está longe de ser somente um tempo dedicado ao próximo. É um tempo de satisfação própria também! E ainda pode ser uma diversão em família, por que não? Lembro de um projeto onde voluntários levavam crianças com deficiência visual ao zoológico. Quem dera ter filhos nessa época para poder levá-los também. Seria uma farra, com certeza! Uma farra educativa, em vários sentidos.

3 – Voluntariado é uma chance de aprimoramento pessoal

Numa conversa de bar, um amigo disse que resolveu ser voluntário para ter mais experiência profissional: era professor de história. Engraçado que ele falou isso meio envergonhado, como se não fosse certo ser beneficiado com aquela atividade. Tentei desconstruir essa história de mão única e fazê-lo entender que no voluntariado todo mundo pode ganhar e pode ser bom para todo mundo. Você ensina e aprende! É uma chance de exercer e adquirir habilidades, além de ser ótimo para o currículo. Neste outro post explicamos como o voluntariado ajuda a desenvolver habilidades profissionais.

4 –  Voluntariado tem espaço na vida de todo mundo

Existe um leque enorme de atividades voluntárias disponíveis, do menor ao maior grau de envolvimento e para todos os gostos. Incentive que as pessoas encontrem atividades que as tragam prazer também e respeite o envolvimento gradativo. Se uma pessoa gosta de tocar violão, pode tocar violão numa creche ou mesmo em um evento pontual. Voluntariado não é um fardo…

5 – Voluntariado pode ser divertido

Já limpei um parque em Seattle com vários voluntários da empresa na qual trabalhava. O dia estava lindo, o parque era lindo e ver aquela quantidade de pessoas juntas foi inesquecível. Além disso, conheci muita gente ali, ri à beça. Não senti meu sábado perdido, muito pelo contrário. Foi único e especial!
 

template banner avaliacao gratuita

(Visited 786 times, 1 visits today)

Um comentário sobre “5 verdades sobre voluntariado que todo mundo deveria saber

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.