Inovação e desafio: uma ação voluntária surpresa

Inovação ação voluntária surpresaRecentemente o site Planeta Sustentável divulgou uma iniciativa interessante: o “Do Good Bus”, um ônibus que leva pessoas para uma ação de voluntariado surpresa. Ou seja: os voluntários topam participar, mas só ficam sabendo qual o destino, o público a ser atendido e as atividades a serem feitas, quando já estão dentro do ônibus. Tudo no melhor estilo “faz o bem sem olhar a quem”.

Nós aqui do V2V ficamos sempre de olho em ações bacanas para sugerir aos nossos clientes, e apesar de acharmos a ideia incrível, ficamos na dúvida se daria certo como uma ação de voluntariado corporativo. A maioria deles têm um programa de voluntariado já bem robusto, com ações superestruturadas, e ficamos pensando se uma coisa assim tão aberta seria bem aceita. Será que os funcionários iriam topar se comprometer com uma ação sem sequer saber qual a causa apoiada? E a logística disso, como fica?

Inovação e provocação

Decidimos mandar a sugestão aos nossos clientes. E a recepção por parte deles foi tão grande que decidimos abrir essa ideia aqui no Blog também, mesmo para as empresas que não utilizam o V2V como plataforma para o seu programa de voluntariado. Apesar dos nossos receios, várias empresas viram essa ação como uma coisa inovadora e criativa para oferecer aos seus colaboradores. Fugir do lugar-comum é sempre um bom apelo, mas no caso desta ação, o legal é que ela também acaba tendo um tom desafiador. É como encarar o voluntário e perguntar: “Você é mesmo do tipo que faz o bem sem olhar a quem?” ou “Você é mesmo pau-pra-toda-obra e está disposto a abrir seus horizontes?”.

É claro que a intenção não é deixar os voluntários desconfortáveis, por isso vale a pena escolher uma ação que seja fácil de executar e que não requeira conhecimento ou experiência prévia. Mas dentro desse raciocínio, valem desde as ações mais simples, como um mutirão de limpeza de uma praia ou parque, até outras mais elaboradas, como organizar bazares e arrecadar verba para uma ONG com a venda de objetos usados.

Um passo adiante

Se a ação for bem-sucedida e os voluntários se mostrarem mais abertos, pode ser um bom momento para inserir algumas atividades menos convencionais, como ações voltadas para animais, moradores de rua, pessoas com deficiência, entre outros. Mas é importante levar em conta que nesses casos muita gente pode se sentir desconfortável – por exemplo, há pessoas que se abalam demais ao se deparar com casos de extrema pobreza ou de doenças graves – ou mesmo pessoas que não gostam de animais. Por isso, é muito importante que os organizadores da ação tentem conhecer ao máximo seu público antes de definir as atividades a serem feitas. Tomando este cuidado, esta ação se torna uma excelente oportunidade de abrir os horizontes daquele que estão sempre dispostos a fazer o bem, seja para quem for!

Observação

Divulgamos esta ideia aos nossos clientes há poucos dias, então ainda não temos nenhum relato de alguém que tenha promovido a ação por aqui. Se você se animou e vai promover esta ação em sua empresa, deixe abaixo seu comentário contando como foi!

Quiz Potencial Programa de Voluntariado Empresarial

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.