O que é Educação Colaborativa e por que ela deve ser aplicada nas ações de Voluntariado Empresarial

gizRecentemente o Planeta Sustentável publicou uma entrevista com Silvana Gontijo, co-fundadora do planetapontocom, OSCIP cuja missão é desenvolver soluções inovadoras para escolas públicas brasileiras. O que nos chamou a atenção no texto foi o conceito de Escola Colaborativa: um modelo de ensino em que os alunos ajudam uns aos outros no aprendizado e o professor atua como construtor do diálogo. Abaixo destacamos alguns trechos da entrevista:

Por que a escola tem uma dificuldade tão grande em acompanhar esta revolução digital da sociedade?
O modelo tradicional de ensino ainda é o mesmo da Revolução Industrial. Ele servia para um modo de produção em que existia empresas verticalizadas e trabalho repetitivo e em série. Desde que surgiram os computadores, mudou tudo. O computador reproduz o cérebro. A forma da aquisição de conhecimento, socialização e produção é outra.

Qual deve ser o modelo da escola contemporânea?
Acreditamos que a escola deve sair do modelo competitivo para o colaborativo. A sala de aula não deve ser mais a disputa entre os melhores alunos, as melhores notas, mas sim, quem colabora e contribui mais para o sucesso de um objetivo comum. É preciso estimular projetos em que todos participem. Ao percebemos que algum aluno tem dificuldade em entender um conteúdo, o estimulamos a ver como o amigo aprendeu.

O conhecimento que o aluno traz para a sala de aula ainda é subestimado?
Diferentemente do modelo da Revolução Industrial, onde o chefe sabe e os outros obedecem, acreditamos que toda criança tem um conhecimento que precisa ser considerado. (…) Aluno e professor têm responsabilidade na construção do conhecimento.

Qual é o papel do professor?
Construir o diálogo. Nas escolas de pedagogia os professores aprendem a falar, mas eles precisam saber ouvir. Para preparar o docente para esse mundo em rede, em que necessita trabalhar de forma colaborativa, é imprescendível saber ouvir.

 (A entrevista completa pode ser lida aqui.)

Educação Colaborativa nas ações de Voluntariado Empresarialgiz2

A maior parte das empresas que têm um Programa de Voluntariado Empresarial gosta de trabalhar com temas ligados à Educação, geralmente fazendo palestras e jogos em Escolas. Mas como se dá essa interação entre voluntários e alunos das escolas? E os professores, têm participação nestas atividades? Que tal aplicar nessas atividades o conceito de Educação Colaborativa?

Aqui vão algumas razões para aplicar este método nas palestras e atividades feitas em escolas:

  1. O modelo colaborativo é o que melhor reproduz o cérebro humano e a revolução digital que estamos vivendo, como foi dito na entrevista citada acima. Adaptar-se à nova realidade do dia-a-dia dos alunos aumenta seu interesse e engajamento nas atividades e, consequentemente, o seu rendimento.
  2. Os próprios voluntários aprenderão a trabalhar melhor em equipe pois, para que possam aplicar o método, precisarão conhecê-lo e se familiarizar com ele. E, como sabemos, a capacidade de trabalhar colaborativamente é uma das características mais desejadas atualmente nas empresas.
  3. Os voluntários aprenderão ainda mais ao interagir com os alunos. Ao contrário de quando se faz uma palestra em que o voluntário é o único que fala, quando se trabalha com jogos e atividades colaborativas o voluntário tem a chance de ouvir os alunos, conhecer sua realidade, anseios e desejos. É um aprendizado e tanto!

 

Mãos à Obra

No caso das crianças pequenas, há uma série de brincadeiras e jogos cooperativos que ajudam no aprendizado. Já para os mais velhos, muitas empresas aplicam conceitos complexos em formato de jogos, como é o caso da Serasa que aplica em diversas instituições o Jogo Vida Financeira.

Muitas outras formas de colaboração podem ser usadas para as mais diversas idades. É interessante fazer com que montem um projeto juntos, utilizando diferentes áreas de conhecimento e habilidades, como um jornal mural em que eles devem selecionar notícias relevantes em jornais e revistas e montar um grande painel colorido. Ou mesmo estimulá-los a construir uma horta na escola, enquanto aprendem juntos conceitos de nutrição, biologia e sustentabilidade.

Agora é com você! Que atividades podem ser feitas pelo Programa de Voluntariado da sua empresa?

V2V - plataforma completa para gestão de voluntariado corporativo

(Visited 466 times, 1 visits today)

Natalia Kelbert

Publicitária e especialista em Responsabilidade Social Corporativa. Atualmente é editora do blog Voluntariado Empresarial e diretora de novos negócios na V2V, além de membro-organizadora do Grupo de Estudos de Voluntariado Empresarial.

More Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.