As 5 etapas de um Programa de Voluntariado

Já foi o tempo em que tínhamos carga horária disponível para reinventar a roda dentro das organizações. Sabemos que um bom gestor em um contexto pluritarefas precisar fazer e acontecer milagres, muitas vezes em “EUquipes”, certo?

Para ajudar na sua missão, criamos esse tutorial com os conteúdos em 5 etapas estruturantes. São elas:

  1. Planejamento;
  2. Mobilização de voluntários e comunicação;
  3. Capacitação de voluntários;
  4. Reconhecimento;
  5. Avaliação.

Esse post é um guia de como o nosso blog pode te ajudar com seu programa de voluntariado em todas as etapas de gestão, do planejamento à avaliação. Acompanhe como nós fizemos isso ao separamos o conteúdo em 5 etapas, e não use com moderação.

1) Planejamento de um programa de voluntariado

Existem alguns modelos de planejamento estratégico, mas aqui optamos por sugerir um muito simples. Você já ouviu falar em Canvas Business Model? É uma metodologia usada para criar planos de negócios para empresas, que ficou famosa pela sua simplicidade e eficiência. Ela pode ser aplicada em qualquer tipo de negócio, desde pequenos projetos até grandes corporações.

Nós usamos esta metodologia aqui na V2V, e um dia notamos que ela também poderia ser uma ferramenta poderosa para estruturar ou reestruturar Programas de Voluntariado. Então, criamos um modelo especialmente adaptado para Programas de Voluntariado e desde então tem sido um sucesso. No link você verá o arquivo para download e dicas para usá-lo da maneira mais eficiente possível.

Outras opções de conteúdo para ajudar no planejamento:

2) Mobilização de voluntários

Entendemos que a segunda etapa ainda que não consecutiva, mas simultânea, seja mobilizar os colaboradores para ação. Digo isso, pois muitas vezes os colaboradores e todo o público interno podem ser envolvidos no momento de planejamento. Isso ajuda muito, pois na hora de engajar eles já se sentirão parte do projeto.

Mobilização requer comunicação e sensibilização. Obviamente, pelo nosso portal ser uma das maneiras mais eficientes de comunicação que conheço, já falamos um bocado sobre o assunto. Veja o que já foi dito e sugerimos para mobilização:

3) Capacitação

Quando somos capacitados para executar uma determinada tarefa nos sentimos muito mais confiantes e comprometidos, não é mesmo? O mesmo acontece com o voluntário que é capacitado para desempenhar suas atividades: além de mais seguro, certamente estará muito mais engajado com a causa pela qual vai trabalhar.

A formação dos voluntários é uma das condições básicas para a realização dos trabalhos. Ela influencia diretamente na qualidade da entrega e satisfação de todos os públicos envolvidos. Deve-se considerar que muitas vezes o colaborador que está executando o trabalho voluntário pode nunca ter realizado aquela tarefa antes, como por exemplo, liderar uma equipe ou conduzir um fantoche em uma peça de teatro. Além de despertar novos talentos, a capacitação também é uma ótima oportunidade para transmitir a missão, os valores e o objetivo do programa de voluntariado.

Temos um post inteirinho sobre capacitação de voluntários explorando novas possibilidades.

Como nem tudo são flores, nesse outro post aproveitamos as nossas experiências para dar o caminho das pedras e prevenir alguns perrengues por meio de muita capacitação e muita informação:

4) Reconhecimento

Eu sempre disse isso em todas as instâncias em que falei sobre voluntariado dentro e fora das empresas: para mobilizar as pessoas, reconheça quem faz e não cobre quem não faz. Use esse mantra à exaustão.

Existem inúmeros perfis de engajamento. O reconhecimento por processo bem feito e resultados alcançados ajuda a dar luz para as boas referências, dando um norte para quem está começando, e um reconhecimento justo para aqueles voluntários que estão fazendo um bom trabalho pelo nosso país. Nesse post falamos sobre como reconhecer publicamente os voluntários mais aderentes à proposta do programa de voluntariado da empresa bem como as suas histórias.

5) Avaliação

Há muito tempo temos discutido aqui no Blog a respeito do impacto do Voluntariado Empresarial não só para a comunidade, mas também internamente, para a empresa e seus colaboradores.

Em um dos nossos Encontros V2V, por exemplo, discutimos como a mobilização social pode ser uma ferramenta importante em questões de RH. Tratamos sobre o efeito que o voluntariado provoca nos colaboradores em sua relação com a empresa e mostramos os resultados de pesquisas que apontam o aumento de engajamento por parte dos colaboradores que são voluntários.

Em outro  post, reunimos resultados de pesquisas sobre Voluntariado Empresarial e Cidadania Corporativa para formar um infográfico bem didático, que aponta os benefícios e impacto do voluntariado para as empresas. Em resumo, tiramos algumas conclusões importantes:

  • Colaboradores que são voluntários são mais engajados com a empresa.
  • As pessoas, especialmente os jovens da Geração Y, levam cada vez mais em consideração a responsabilidade social e as oportunidades de engajamento social oferecidas pela empresa na hora de escolher um emprego.
  • Há uma crença cada vez maior entre os gestores de que o voluntariado contribui para o desenvolvimento de profissionais melhores.

Confira nos posts que separamos sobre avaliação como é possível efetivamente mostrar para as lideranças e demais stakeholders que o voluntariado faz sim grande diferença.

Recordando:

Como gestor de voluntariado, você precisa garantir no mínimo 5 passos:

  1. Planejamento;
  2. Mobilização de voluntários e comunicação;
  3. Capacitação de voluntários;
  4. Reconhecimento;
  5. Avaliação.

E para cada um deles nós temos conteúdo de apoio para vocês.

 

Quer falar sobre a situação dessas etapas no seu Programa?

Na próxima terça-feira, 26 de junho, a partir do 12h, estarei disponível para um chat individual via facebook. Basta me chamar lá: brunobarcelosm@gmail.com, ou inserir sua dúvida aqui nos comentários.

Força e inspiração!


(Visited 323 times, 3 visits today)

Um comentário sobre “As 5 etapas de um Programa de Voluntariado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.