Como estimular o trabalho em rede no Voluntariado Empresarial

 “Se queres ir depressa, vai sozinho. Se queres ir longe, vai em grupo.” (Provérbio Africano). Por que razão as organizações necessitam de trabalhar de forma colaborativa? Esse post é o último da série de posts da série VolunCET, um curso de formação online disponível em seis línguas – Alemão, Espanhol, Inglês, Italiano, Português e Polaco, produzido e cofinanciado pelo Programa Erasmus+ da União Europeia e alguns parceiros, dentre eles a Confederação Portuguesa do Voluntariado a CPV. Mensalmente fizemos uma resenha com dicas dos conteúdos de todos os seus módulos e alguns dos seus capítulos. Você agora já pode acessar a sequência completa: Conteúdo 1: Como planejar a sensibilização e mobilização de voluntários Conteúdo 2: Saiba o que é importante na hora de fazer […]

Continuar lendo


Cultura colaborativa, sustentabilidade e voluntariado: qual a ligação?

Sustentabilidade conceitualmente abrange muitos aspectos. Sua prática, como sabemos, se estende aos âmbitos ambiental, social e econômico e manter nossa engrenagem de subsistência e prosperidade funcionando exige um “novo” olhar sob como esses âmbitos se articulam. Digo um “novo” olhar, porque ele não é tão novo assim e talvez isso nos convide a acessar nossa ancestralidade no que diz respeito à convivência de tribo, interdependência e comunidade. Ou seja, uma convivência sob o viés da sustentabilidade poderá remontar às nossas origens, depois de décadas de desequilíbrio sob o pilar econômico. O voluntariado se destaca aí como essa vontade (voluntas) de voltar a atuar em comunidade. O sentido de comunidade que o chamado à sustentabilidade nos dá exige basicamente dois comportamentos: […]

Continuar lendo


Consumo colaborativo: como esta prática pode transformar sua empresa

Consumo colaborativo

André: “- Estou reformando a minha casa, vou precisar comprar um martelo, pincéis de parede e uma furadeira.” Maria: “- Mas André, você precisa mesmo comprar tudo isso? Você só vai usar uma vez…” Foi justamente a partir deste raciocínio da Maria que surgiu o consumo colaborativo. 🙂 O consumo colaborativo é uma nova prática de mercado que permite acesso a bens e serviços sem que você tenha que comprar ou ser proprietário deste produto. Ou seja, é um processo de compartilhamento, empréstimo, aluguel ou troca. Esta forma de colaboração é uma das manifestações da Economia Solidária, sobre a qual já falamos neste outro post. Confira abaixo um vídeo bem legal que explica o conceito de uma maneira bem simples. (Obs: O […]

Continuar lendo


O que é Economia Solidária e como estimular entre seus colaboradores

A Economia Solidária é um conceito antigo e refere-se a um modo de atividade econômica caracterizada pela autonomia na produção, pela igualdade dos membros e pela honestidade do serviço/produto. Recentemente, o termo ganhou força como uma alternativa inovadora de oferecer serviços de qualidade a preços justos, pois os serviços são oferecidos por pessoas para pessoas, ou seja, a margem de lucro deve ser mais baixa para poder lograr sucesso. Em alguns casos, não há lucro nenhum, o serviço funciona como uma ponte entre pessoas que têm o mesmo interesse, como um “clube de troca”. Abaixo, separei alguns exemplos de atividades da Economia Solidária inovadores e que podem servir de inspiração. Exemplos famosos de Economia Solidária Um dos “mercados” em que a ideia […]

Continuar lendo


O que é Educação Colaborativa e por que ela deve ser aplicada nas ações de Voluntariado Empresarial

Recentemente o Planeta Sustentável publicou uma entrevista com Silvana Gontijo, co-fundadora do planetapontocom, OSCIP cuja missão é desenvolver soluções inovadoras para escolas públicas brasileiras. O que nos chamou a atenção no texto foi o conceito de Escola Colaborativa: um modelo de ensino em que os alunos ajudam uns aos outros no aprendizado e o professor atua como construtor do diálogo. Abaixo destacamos alguns trechos da entrevista:

Continuar lendo