4 formas de apoiar os profissionais da saúde através do seu Programa de Voluntariado

Os profissionais da saúde são aqueles que estão na linha de frente da chamada “guerra contra o Covid-19”.

Em alguns países, como no caso do Brasil, essa dificuldade é agravada pela falta de recursos, de equipamentos de trabalho e de segurança para essas equipes que precisam manter-se sãs e darem continuidade ao atendimento a quem precisa.

Queremos também que seu Programa de Voluntariado Empresarial continue forte e atuando.

Por isso, nesse post aqui damos algumas ideias do que sua empresa pode fazer para atuar e contribuir nos bastidores das vidas dos profissionais da saúde, dando-os o suporte necessário, ou o possível.

1) Faça campanhas pelas regras de isolamento e segurança

Não é fácil assumir esse risco pelos outros. É um contrato missionário arriscar sua saúde pelos demais, e é isso que nossos amigos da saúde estão fazendo.

Se tem uma ação a ser feita, é seguir as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) responsável por gerir de forma ampla as orientação acerca da pandemia. E a principal delas, de forma global, é evitar o contato e manter as pessoas com o máximo de isolamento social, evitando, assim, que as curvas de contágio cresçam muito, e que isso sobrecarregue o trabalho dos nossos profissionais de saúde.

Então aqui está uma primeira forma de ajudar: evitar ao máximo que os hospitais e clínicas sejam superlotados, por meio de campanhas virtuais de comunicação.

Utilize do seu poder de alcance e possibilite que os seus colaboradores sejam porta-vozes das regras de quarentena em suas redes virtuais: viabilize imagens, banners, posts, gifs, hashtags de boas práticas, vídeos educativos – alguns podem até mesmo ser de autoria dos voluntários – a fim de que o máximo de pessoas se conscientize da importância de ficar em casa e resguardar o sistema de saúde.

Acha que é uma boa?  Veja aqui o que algumas empresas fizeram e partilhe nos comentários o que a sua empresa decidiu fazer.

O diferencial aqui é como você pode lançar mão da sua base de colaboradores voluntários para contribuir que essas campanhas sejam mais abrangentes, alcançando maior engajamento.

2) Possibilite algum suporte para os profissionais da saúde

Sem sair de casa o seu programa pode estruturar uma rede de apoio aos profissionais de medicina e enfermagem.

Muitos deles não tem por exemplo com quem deixar os seus pets ou as suas plantas. Outros, tem medo de voltar para casa e colocar em risco os seus familiares.

Seus voluntários podem criar uma rede de cuidadores de plantas e pets, de forma os seus donos fiquem tranquilos quando estão desempenhando a sua função e plantões. Há na verdade uma série de gentilezas, desde proporcionar uma comidinha confortante para um fim de maratona, desde mensagens de agradecimento e apoio, até realizar pequenos serviços administrativos ou bancários.

O que pode facilitar a vida de um grupo de profissionais de saúde na sua cidade? Como os voluntários da sua empresa podem se movimentar para apoiar sem colocar ninguém em risco?

Além disso, principalmente se sua empresa faz parte de um negócio de hotelaria e turismo, você pode facilitar e proporcionar um espaço para que os profissionais de saúde possam descansar,  sem custos, uma vez que alguns estão fazendo isso com recursos do próprio bolso.

3) Angarie e doe equipamentos de proteção individual

O seu grupo de voluntários pode se articular para angariar ou comprar equipamentos de proteção individual que estão em falta nesse momento.

Uma rede bem montada pode acessar aqueles que podem produzir esses equipamentos, bem como redes alternativas de distribuidores e outras soluções.

O importante é fornecer o máximo de equipamentos básicos. Em alguns casos até o sabão está em falta.

4) Crie ações de agradecimento e estímulo

Em vários países são feitos minutos de aplausos de agradecimento aos profissionais de saúde.

O seu programa de voluntariado pode estimular que ações mais concretas aconteçam nos hospitais, clínicas e centros de saúde, ou que sejam direcionadas a profissionais específicos que conheçam.

Vocês podem conseguir mensagens de agradecimento e apoio gravadas pelos familiares e possibilitar que cheguem até o local de trabalho, ou às suas casas.

Podem citar nomes, histórias e casos e criarem uma página em rede social, ou uma hashtag de agradecimento e reconhecimento do trabalho realizado.

Ou mandarem mensagens de apoio e estímulo psicológico para esses que estão em plantões incansáveis em situações adversas.

Comitê virtual de engajamento

Para todas as dicas uma ferramenta muito interessante pode ser criar um comitê de engajamento virtual.

Nele os voluntários da sua empresa podem se encontrar com alguma periodicidade através de um canal de reuniões e teletrabalho, mediados pelo coordenador do programa, e a partir dali realizarem as formações e os planejamentos necessários.

Encontrando nessas instâncias soluções criativas para as maiores necessidades que despontam nesse momento em que vivemos.

Essa animação online pode ser potenciada por um portal de voluntariado, e o engajamento virtual pode mais tarde ser revertido em presencial quando tudo isso passar!

(Visited 309 times, 1 visits today)
Bruno Barcelos

Bruno Barcelos

Quatorze anos de significativa experiência em gestão de projetos nas áreas de Sustentabilidade, Investimento Social Privado, e Voluntariado, empreendidos por iniciativas privadas e públicas. Além de experiência em gestão de empresas e em OSs, bem como a articulação entre parceiros dos setores diversos. Ampla experiência no desenvolvimento de assessorias, capacitações e palestras nos temas acima citados para empresas de grande, pequeno e médio porte.

More Posts - LinkedIn

Um comentário sobre “4 formas de apoiar os profissionais da saúde através do seu Programa de Voluntariado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.