Tragédia em Minas Gerais: como sua empresa pode ajudar

The word HELP printed on clothespin clipped cards in front of defocused glowing lights.

Já se passaram mais de dez dias desde que as barragens de uma mina de ferro em Minas Gerais se romperam, produzindo uma enxurrada de lama contaminada que destruiu cidades, afetou o meio ambiente (o rio Doce, um dos principais do estado, está bastante ameaçado) e provocou muitas incertezas na vida de muita gente.

Diante da tragédia, as pessoas se mobilizaram e muitas doações chegaram a Mariana, a cidade mais atingida, além de outros municípios banhados pelo rio. Mas ainda há muito a ser feito, pois as consequências do acidente infelizmente ainda vão durar muito tempo. Ambientalistas, por exemplo, estimam que a recuperação ambiental pode levar mais de uma década. 🙁

Há alguns meses postamos aqui no blog algumas dicas para sua empresa promover ações de ajuda em situações de desastrem. E recentemente havíamos publicado o eBook gratuito “Ações Emergenciais: ajuda humanitária muito além do repasse de doações“, que trata-se de um guia para as empresas organizarem suas atividades de ajuda para estas situações.

Neste post, separamos alguns aprendizados que podem ser aplicados neste momento:

 

Entre em contato com a Defesa Civil ou ONGs locais

Todos devem ajudar, mas nessas horas, além da vontade é preciso organização para que as iniciativas sejam eficientes. A Defesa Civil é o órgão responsável por coordenar as ações em casos de calamidade pública. Há uma em cada cidade, e em geral o telefone de contato é o 199. Além do órgão público, há entidades da sociedade civil sempre prontas a mobilizar pessoas e organizar atividades, como a Cruz Vermelha, igrejas e escolas locais. A filial de Minas Gerais da Cruz Vermelha (telefones (31) 3239.4211 ou (31) 3239.4223) encerrou as atividades de doação para a cidade de Mariana e receberá doações de água mineral para o município de Governador Valadares, que enfrenta racionamento.

O contato com as instituições é importante para que não haja doações exageradas de determinados itens enquanto as pessoas precisam de outros. Da mesma forma que uma empresa precisa conhecer seu cliente para atendê-lo melhor, uma operação de ajuda necessita saber quem é seu público e o que ele quer.

content_mariana_3

Foto: Agência Brasil

Mobilize colaboradores e parceiros

Já sabe o que é mais necessário? Ótimo, agora é mais fácil chamar pessoas para ajudar. Organize uma arrecadação dos itens necessários ou faça uma “vaquinha” para comprar o que a Defesa Civil, a Cruz Vermelha ou outra entidade tenha apontado como mais urgente e busque uma forma de levar as doações ao local de entrega.

Dica: Verifique a possibilidade de acionar parceiros externos, como transportadoras ou redes de supermercado locais.

Doações em dinheiro

Doações em dinheiro estão sendo aceitas em contas abertas para esta finalidade, todas vinculadas à Prefeitura de Mariana. Para dar transparência a ação, foi criado um conselho gestor com representantes de diversos setores da sociedade civil. Confira abaixo os dados das contas:

Titular: Prefeitura de Mariana, através do CNPJ: 18.295.303/0001-44.
Banco do Brasil – Agência: 2279-9, Conta Corrente: 10.000-5.
Caixa Econômica – Agência: 1701, operação: 013, Conta Poupança: 100-2.
Bradesco – Agência: 2068-0, Conta corrente: 100000-4.

Em casos de dúvidas, estão disponíveis os seguintes telefones: (31) 3557 – 9003 / (31) 3557 – 9004 / (31) 3557 – 9041

Fonte: http://www.pmmariana.com.br/noticia/2953/comunicado-prefeitura-suspende-doacoes-temporariamente

 

Outras formas de ajudar

Doe o que a sua empresa sabe fazer

Nem toda ajuda precisa ser material ou financeira. Se sua empresa puder colaborar com algum serviço, ótimo. Vocês já são bons nisso, por que não aproveitar todo esse talento para fazer o bem?  Em situações de desastres, são muito úteis doações de serviços como telefonia, transporte das doações, assessoria de imprensa etc.

Divulgue!

Fortaleça a corrente de ajuda com as informações que vocês possuem sobre a tragédia, como as formas de ajudar e os itens necessários. Comunique o que pode ser feito aos seus clientes e fornecedores. Quanto mais pessoas unidas, melhor!

Doe carinho

Outra ação legal é oferecer simplesmente um ombro amigo às vítimas do desastre. A ação pode ser feita localmente ou à distância, via Skype, por exmeplo. Você também pode estimular que os colaboradores escrevam cartas de apoio às pessoas atingidas. O apoio emocional nessa hora também faz toda a diferença.

 

acoes emergenciais ebook

(Visited 181 times, 1 visits today)

Um comentário sobre “Tragédia em Minas Gerais: como sua empresa pode ajudar

  1. O brasileiro é um povo muito forte e solidário. Unindo forças vamos conseguir ajudar todo o povo de Minas e Espírito Santo! Não existe contribuição pequena, o que existe é soma de toda a ajuda!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.